Público-alvo e persona: qual a diferença e como utilizar no seu negócio?

Público-alvo e persona: qual a diferença e como utilizar no seu negócio? Muitas vezes, não conhecer a diferença entre os conceitos pode dificultar as estratégias do seu negócio. Uma das principais lógicas para a eficiência do marketing é saber o direcionamento correto do conteúdo, ou seja, para quem os conteúdos são elaborados. Portanto, conhecer sua audiência é a principal meta e maneira mais competente para preparar uma comunicação que converse diretamente com ela.

Público-alvo e persona: qual a diferença e como utilizar no seu negócio?

No marketing, afinal, temos duas maneiras: o público-alvo e a persona. Precisamos entender os dois conceitos para, então, construir uma marca, fazer campanhas ou criar uma linha editorial nas redes sociais. Afinal, em primeiro lugar, é preciso definir o foco antes de desenvolver as campanhas, principalmente se o objetivo é ter sucesso com elas.

O público-alvo nos permite mapear grupos em uma multidão, enquanto que as personas são mais específicas e nos permitem conhecer mais de perto nossa audiência. Na verdade, isso faz toda a diferença na hora de montar uma estratégia de marketing.Público-alvo e persona

O que é público-alvo?

Público-alvo é um grupo de pessoas com maior potencial e características de se tornar cliente de uma empresa. Assim, dentro de um universo de indivíduos, qual grupo teria mais chance de adquirir suas soluções? Podemos determiná-lo examinando dados como:

– idade;

– gênero;

– estado civil;

– escolaridade;

– localização;

– ocupação.

É possível ser mais específico

Através da segmentação é possível conhecer melhor o perfil das pessoas que buscam seus produtos ou serviços. Além disso, há perguntas mais específicas que podem facilitar no entendimento do público-alvo, tais como:

– Seu produto destina-se a empresas ou ao consumidor final?

– Qual o gênero que mais consome este produto? É unissex?

– Qual a região da Cidade, estado ou pais consome o seu produto?

– Seu público é, na sua maioria, adultos, idosos, crianças ou adolescentes?

– Normalmente, qual a escolaridade das pessoas?

– Estado civil?

– Classe social?

– Renda média?

– Seu produto é de consumo frequente ou consumo pontual?

O que é persona?

O conceito de persona é igualmente importante como o de público-alvo. Persona é uma personagem fictícia que representa o cliente ideal, aquele com o qual você deseja fazer negócio. Então, ela é um avatar construído a partir de dados de vários consumidores reais.

Este termo foi cunhado pelo programador Alan Cooper, em 1983, para orientar o desenvolvimento de softwares e torná-los mais fáceis de utilizar pelos usuários. Porém, atualmente ela é mais comum de ser encontrada em livros de marketing, principalmente porque sua proposta tem uma aplicação mais decisiva na divulgação, no atendimento e na venda de produtos pela internet. Nesse contexto comercial, inclusive, além disso, o termo pode ser tratado por buyer persona (a pessoa que compra).

Assim, diferente do público-alvo, o termo persona é rico em detalhes sobre o cliente: investiga-se as redes sociais que mais utiliza, seus hobbies, suas objeções para comprar produtos ou serviços, suas principais necessidades, seus desejos e até marcas preferidas.

Como encontrar a persona

Para descobrir a persona, algumas perguntas são fundamentais, tais como:

– Idade?

– Nível de escolaridade?

– Qual a sua profissão e escolaridade?

– Qual a sua renda média mensal?

– Estado civil?

– Tem filhos?

– Onde você mora?

– Quais são seus maiores desafios?

– Quais são seus maiores medos?

– O que lhe frustra?

– Qual o seu maior sonho?

– Qual a visão que você tem de si mesma no futuro?

– Quais são as suas principais fontes de informação?

– Que estilo de conteúdo mais gosta de consumir (artigos, vídeos, podcasts, etc)

– Quais as suas redes sociais favoritas?

– Quais assuntos mais despertam a sua atenção?

– Quem é sua maior referência?

– Com que frequência compra on-line?

– O que mais atrai na hora de efetuar uma compra?

– Quais são os seus hobbies?

– Quais benefícios os nossos produtos ou serviços oferecem para você?

– Como você ficou sabendo da nossa empresa?

– Com que frequência você utiliza nossos produtos ou serviços ou parecidos com os nossos?

Depois de pesquisar entre vários clientes, defina o que há de comum a todos e, então, crie a sua persona. Ah! Não se esqueça de dar um nome a esta avatar.

Em conclusão

Como vimos, existem diferenças fundamentais entre os dois conceitos. Enquanto público-alvo levanta informações mais gerais sobre os clientes e possíveis clientes da empresa, a persona oferece um detalhamento e um aprofundamento muito mais específicos. Então, torna-se muito mais fácil para as equipes de marketing e vendas identificar a melhor abordagem para cada campanha.

 

Sobretudo agora deve ter ficado mais fácil entender os dois conceitos sobre público-alvo e persona e definir como aplicá-los nas estratégias do seu negócio! Então, se você ainda não leu o post sobre as principais estratégias do marketing digital, sugiro que clique aqui para ler. Assim, sua estratégia ficará melhor fundamentada.

 

No próximo texto vamos demonstrar uma estratégia simples, mas igualmente importante, para atrair e engajar sua audiência com seu conteúdo! Até mais!

Deixe um comentário

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp.