Como a nutrição ajuda na recuperação do treino e no ganho de massa muscular

A nutrição na recuperação do treino é indispensável. Sendo equilibrada, tem função essencial na regeneração muscular e, consequentemente, na melhora das vias destinadas ao aumento da massa muscular. A recuperação muscular do exercício físico e o ajuste nutricional estão interligados sempre. O gasto energético durante a atividade física, independentemente do volume e da intensidade, será supercompensado com a nutrição proporcional e a modulação anti-inflamatória do sono.  

A qualidade da recuperação está diretamente associada a esses elementos.  

Paralelamente, os estímulos musculares do processo de treinamento físico devem ser realizados com frequência ideal, ou seja: uma atividade apenas uma vez por semana poderá não proporcionar um resultado satisfatório em função da baixa capacidade estimulante. O tempo de recuperação entre os períodos de treinos giram em torno de 24 a 48 horas.  

É durante este tempo que o corpo irá processar as reações celulares e, consequentemente, recuperar-se a um nível melhor que os valores apresentados antes do dia do treino e, portanto, os resultados esperados serão alcançados. Portanto é de extrema importância, alinhar a alimentação ótima para melhorar a recuperação do treino e assim aumentar o quadro destinado ao ganho de massa muscular. 

Para obter resultados satisfatórios é necessário manter: 

  • Uma nutrição correta; 
  • A frequência de exercícios (diária ou alternada); 
  • O acompanhamento profissional (Nutricional, Médico e Personal trainer). 

 

Nutrição e os efeitos do treino 

A qualidade da alimentação irá influenciar diretamente no resultado do treino. Isso porquê para ganho de massa muscular a nutrição é diferente de um processo para perda de peso, por exemplo. Treinos de longa duração (corrida, por exemplo) requerem maior energia dietética para compensar o dispêndio calórico no longo do exercício.  

Em contrapartida, treinos como a musculação, caso sejam mais extensos podem exigir maior quantidade de nutrientes específicos, como a creatina. Ao tratarmos da suplementação nutricional, é importante levar em consideração a necessidade de acompanhamento profissional para ajustar a demanda nutricional do treino prescrito pelo Personal Trainer. 

nutrição na recuperação do treino
Professor e Mestre Santiago Paes

O Professor da EnsinE e Mestre em Educação Física, Santiago Paes, reforça a necessidade de aliar o Nutricionista ao Personal Trainer na hora de montar o objetivo e trabalhar nele, afinal, essas ciências se completam. Santiago reforça que a alimentação deve combinar com os exercícios e vice versa, para obter um resultado satisfatório e, que isso, deve ser feito “aumentando as reservas fisiológicas e melhorando a recuperação entre os treinos.”. 

O Professor também esclarece se há diferença na alimentação para treinos aeróbios e anaeróbios: “Não muito, pois o ajuste se faz mais em função do gasto energético, porém ajustar o consumo de carboidrato pode ser um grande aliado, no entanto é necessário avaliar qual a estratégia dietética está sendo realizada.”. 

É de extrema importância que as vontades e necessidades do(a) aluno(a) sejam pensadas em conjunto entre as ciências, afinal, o foco sempre é a saúde antes de tudo, só é possível atingir as metas de corpo, seja ganho de massa, perda de peso ou os dois, caso o processo seja feito de forma saudável para, assim, ser prazeroso e duradouro, benéfico por toda a vida. 

 

Gostou do assunto? Que tal se especializar?

Conheça os nossos cursos de pós-graduação em Nutrição!

Caso você ame esporte e queira dar esse foco à carreira, indicamos o Curso de Nutrição Esportiva! Clique aqui e saiba mais.

Compartilhe!

Deixe um comentário