• Cursos

      Certificados reconhecidos pelo MEC, excelentes professores, plataforma de estudos descomplicada e tudo o que você precisa para se destacar. Conheça nossos cursos.

      Graduação

Pós Graduação em Arquitetura: qual área escolher?

Sumário

Pós-Graduação em Arquitetura vale a pena?  Como escolher o curso certo? Se você já passou pela graduação em Arquitetura ou Engenharia sabe que a área de construção vai muito além dos projetos.

Cada prédio, cada praça, cada desenho que sai do papel para o mundo é uma tradução de saberes diversos.

A Pós-Graduação em Arquitetura é a escolha natural para quem quer se aprofundar em uma das diferentes áreas que compõem a arte do construir. E, claro, é a melhor escolha para quem quer se destacar no mercado e evoluir na carreira.

Pós graduação em Arquitetura vale a pena?

Antes de mais nada, entenda uma coisa: fazer uma Pós-Graduação em Arquitetura não é uma aposta, mas um investimento em si e no mundo.

Fazer uma Pós-Graduação em Arquitetura é uma oportunidade para se tornar um profissional mais completo e, por isso mesmo, mais disputado no mercado. Mas isso não é tudo. Entre as principais vantagens em fazer uma Pós em Engenharia ou Arquitetura  estão:

  • Aprofundar seus conhecimentos
  • Atualizar o seu portfólio
  • Aumentar seu networking
  • Tornar-se referência na área (todos querem trabalhar com o especialista)
  • Participar dos debates e soluções para combater o aquecimento global

Ei, mas espera um pouco: você notou que eu falei Pós-Graduação em Engenharia ou Arquitetura? Será que elas são a mesma coisa?

Não, claro que não. No entanto, esses são campos de saber muito próximos. Por isso é comum que pessoas vindas da Arquitetura façam especialização em Engenharia e vice-versa

Vale lembrar, porém, que no Brasil essas áreas são separadas e as semelhanças se referem principalmente à Engenharia Civil. Ou seja, estamos falando das artes de construir espaços e estruturas.

Por que investir na Pós-Graduação em Arquitetura?

Você certamente já reparou que o mundo está cada vez mais complexo e dinâmico. Não só a crise ambiental exige profissionais cada vez mais qualificados para projetar espaços e construções resilientes, como as técnicas de design e construção em si mudam o tempo todo.

É fundamental, por exemplo, acompanhar a evolução das ferramentas usadas para projetos de Arquitetura e Engenharia, como o BIM. Mais do que isso, a pessoa que faz uma Pós-Graduação em Arquitetura pode se atualizar sobre os últimos conceitos e descobertas que revolucionaram o mercado e tendem a hegemonizar o futuro.

Segundo o censo realizado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, 42% dos arquitetos brasileiros possuem pós-graduação na área, o que mostra como esse mercado tem se tornado competitivo e exigindo um alto nível cada vez mais alto de especialização.

Mas não se assuste, a janela de oportunidade ainda não se fechou! Com as transformações técnicas e materiais, bem como a elaboração de novos conceitos e práticas de design, as possibilidades no mercado de trabalho de Arquitetura são enormes.

De fato, é essa a leitura da maioria das pessoas formadas na área: 81% consideram que há áreas ainda não exploradas da Arquitetura e Urbanismo.

Como escolher a especialização certa?

Ora, se há muita área a ser explorada, então qual delas escolher?  Nessas horas a melhor dica é saber dosar razão e paixão. Pós-graduação é um investimento, então não faria sentido investir em uma área que não dá retorno financeiro ou profissional, certo?

Isso é especialmente verdade em relação às técnicas e tecnologias. Por exemplo: um curso para se especializar em operar telégrafos talvez não seja a melhor opção para quem está querendo entrar no competitivo mercado de trabalho. Ou seja, escolha uma área que continuará com procura pelo menos pelos próximos 10 anos.

Depois de estudar quais são as opções, é hora de deixar falar o coração. Não se engane, você será um profissional melhor (e mais feliz) se fizer o que ama, se atuar com aquilo que acredita. 

Em resumo, tanto a especialização em Arquitetura quanto a especialização em Engenharia devem ser financeiramente promissoras, devem entregar uma perspectiva de carreira para o médio prazo e devem, acima de tudo, fazer sentido. Se algum desses elementos estiver faltando, então talvez seja melhor continuar procurando.

Nós separamos uma lista com as 5 melhores pós-graduações em Arquitetura para você entender quais opções e caminhos pode tomar. E o melhor de tudo: você pode fazer esses cursos sem sair de casa!

Pós-Graduação em Arquitetura e Design de Interiores: Tecnologia e projeto

As evoluções tecnológicas que impactam as áreas de arquitetura, design e paisagismo são cada vez mais diversificadas e a atualização de seus conhecimentos faz toda a diferença na qualificação profissional. Este é o fator mais importante a considerar ao considerar esta área.

Com essa abordagem, o curso visa ampliar conhecimentos, aprofundar aspectos do cotidiano, formar profissionais em novas áreas e abrir novas perspectivas de atuação no mercado de trabalho. 

Para quem é este curso: Arquitetos, designers de interior, engenheiros civís 

Duração: 390h

Mensalidade: a partir de R$ 380,00

Pós-Graduação em Gerenciamento de Obras e Projetos

O sucesso de um projeto, trabalho ou empresa está inevitavelmente relacionado à tríade: custo, qualidade e entrega. O potencial desta indústria é imenso. Sabemos que as principais causas de desperdício na construção civil estão relacionadas a erros de projeto, má gestão de recursos e falta de uma visão holística e sistemática do processo.

Este curso exclusivo abrange práticas de gerenciamento de projetos e construção que permitem que as empresas de construção atendam às crescentes demandas. Receba aulas de profissionais experientes e ativos e tire suas dúvidas em tempo real.

Para quem é esse curso? Arquitetos, Engenheiros civís, profissionais da construção

Duração: 460 horas

Mensalidade: a partir de R$ 390,00

Pós-Graduação em Planejamento e Desenvolvimento Urbano Sustentável

As demandas atuais nos grandes centros urbanos é por um melhor ambiente de vida. No entanto, a sustentabilidade não está apenas relacionada às questões ecológicas e ambientais, mas também diz respeito aos valores culturais locais, o uso coerente dos recursos disponíveis e ao futuro coletivo.

A Pós-Graduação em Planejamento e Desenvolvimento Urbano Sustentável é ideal para quem quer participar do debate sobre as cidades do futuro e atuar para torná-las resilientes e adaptadas à crise climática.

Para quem é esse curso? Todo profissional que atua com planejamento urbano.

Duração: 440 horas

Mensalidade: a partir de R$ 380,00

Pós-Graduação em Construções Sustentáveis

A Pós-Graduação em Construções Sustentáveis têm como objetivo a atualização contínua das tecnologias, metodologias de projeto e construção empregadas de acordo com os princípios da sustentabilidade ambiental, material, social e econômica. 

A construção civil é uma das atividades que mais utiliza recursos naturais em seu desenvolvimento. E dada a crise ambiental, construções mais sustentáveis ​​não são mais uma tendência, mas sim uma necessidade real.

Em um contexto cada vez mais global e alinhado à Agenda 2030 da ONU, as edificações no Brasil e no mundo devem ser cada vez mais responsáveis por soluções sustentáveis, duráveis ​​e não agressivas.

Para quem é este curso: Arquitetos, engenheiros, gestores ambientais e pessoas com interesse na área.

Duração: 430 horas

Mensalidade: a partir de R$380,00

Formação em BIM

Este curso visa dotar os alunos de conhecimentos da metodologia BIM e da sua aplicação prática através de projetos (temáticos) que serão desenvolvidos durante o curso.

A Formação em BIM permite aos alunos trabalharem de forma colaborativa com novos conceitos, metodologias, processos, fluxos de trabalho BIM e tecnologias/softwares relacionados que mudaram a forma como os projetos e o trabalho são entregues, planejados, orçados e executados.

Por fim, trata de temas extremamente relevantes para como o mercado se organiza hoje como marketing e gestão de um escritório de arquitetura.

Se você preferir, você pode optar entre:

Para quem é este curso: Arquitetos, Designers de interiores, Engenheiros civís e afins. 

Duração: 360 horas

Mensalidade: a partir de R$ 319,00

Quer saber mais sobre formas de ingresso e condições especiais de pagamento?

Clica aqui para conversar com nossos especialistas que eles te ajudam!

Deixe um comentário

Você também pode gostar de ler

Arquitetura e Engenharia

Pós Graduação em Arquitetura: qual área escolher?

Pós-Graduação em Arquitetura vale a pena?  Como escolher o curso certo? Se você já passou pela graduação em Arquitetura ou Engenharia sabe que a área de construção vai muito além dos projetos. Cada prédio, cada praça, cada desenho que sai do papel para o mundo é uma tradução de saberes diversos. A Pós-Graduação em Arquitetura

Continuar lendo »
Educação

Pós-Graduação em Educação: como escolher a certa?

Pós-graduação em educação vale a pena?  Como escolher o curso certo? Quem se dedica ao inesgotável e encantador universo do educar uma hora acaba se deparando com essas perguntas. É inevitável. Afinal, o que pode um educador que não estuda? Para a maioria dos educadores, a pós-graduação é uma continuação natural do aprofundamento das suas

Continuar lendo »
Mulher branca em cadeira de rodas inclinada com a cabeça apoiada em instalação de desenho universal
Arquitetura e Engenharia

Desenho Universal: por uma arquitetura da inclusão 

Desenho Universal é uma proposta de tornar edifícios, produtos e ambientes construídos integralmente inclusivos. Ou seja, é um paradigma da arquitetura e design contemporâneos. A ideia é simples: desenhar e projetar equipamentos que enriqueçam a experiência e a circulação de todo usuário, independente de sua condição física. Em suma: criar espaços universalmente acessíveis. Para entender

Continuar lendo »
Mulher sentada em frente a uma mesa com livros olha para a câmera
Arquitetura e Engenharia

Designer de interiores: o que é e como se tornar um

Designer de interiores é o profissional responsável por planejar e projetar espaços internos. Essa é a definição básica presente no projeto de lei que reconheceu a profissão no final de 2016. Apesar da regulação recente, a ideia de projetar espaços interiores é muito antiga. De certa maneira, desde que a humanidade resolveu explorar as primeiras

Continuar lendo »

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp.