Arquitetura e natureza lamentam pelo Pantanal

Pela Profa. Dra. Aline Gouvea Leite
Coordenadora dos cursos de pós-graduação em Arquitetura
A natureza é a origem de todas as formas, cores, texturas, espaço. Enfim, é o embrião da história da arquitetura. A partir dela foram criadas novas ideias, novas composições, novas tecnologias. Sempre foi e será um elemento da arquitetura.
Olhando a história da humanidade é possível perceber a evolução das técnicas e materiais. A evolução da moradia é o exemplo mais palpável que temos. A forma de morar, o local e os acabamentos sempre têm em sua gênese inspiração ou base primitiva natural.

Um exemplo da contemporaneidade desse envolvimento entre arquitetura e natureza é a Casa da Cascata (Fallingwater) do arquiteto Frank Lloyd Wright. Uma composição de elementos, volumes e texturas que deram a essa obra o devido reconhecimento.
Mas pensando em obras no contexto urbano temos outros exemplos:

  • A Sagrada Família, em Barcelona, Espanha de Gaudí tem seus pilares inspirados em troncos de árvores. A estrutura teve toda essa concepção: a ideia de uma floresta com árvores divididas em ramos criou uma estrutura de abóbadas que se entrelaçam e sustentam a edificação.

  • O Estado Nacional de Pequim tem uma estrutura metálica inspirada em um ninho de pássaros

  • O Museu de Arte de Milwaukee que tem seu movimento inspirado nas asas de uma mariposa quando se abre e fecha

Com a evolução dos projetos paramétricos há uma tendência maior ainda para que as formas da natureza sejam “copiadas”. Mas focarei em nosso último exemplo para finalizar esse texto:

  • A Arena Pantanal preocupou-se com a questão de sustentabilidade que envolvem diretamente a natureza: reuso de água, ventilação natural e energia solar. Todas, tecnologias inspiradas na necessidade do ser humano em conservar a natureza. Também utilizou a madeira, um elemento básico da natureza que para ser usada precisa ser certificada.

O nosso Pantanal está em chamas, estamos perdendo não somente a história e inspiração. Estamos prejudicando o meio ambiente, danificando a fauna e a flora eternamente. A vida não existe sem a natureza. E a arquitetura também não.

0 comentário em “Arquitetura e natureza lamentam pelo Pantanal”

  1. Texto bastante interessante, pois utilizou informações arquitetônicas para nós senbilizar com uma questão ambiental, que trará consequências gravíssimas para o planeta Terra. O Pantanal pede socorro…

    Responder

Deixe um comentário