ProUni

O Programa Universidade para Todos (Prouni) do Ministério da Educação é um programa que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior.

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa.

Somente poderá se inscrever no Prouni o estudante brasileiro que não possua diploma de curso superior e que tenha participado do Enem mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, o estudante não pode ter tirado zero na redação.

1. Documento de identificação

  1. Original e cópia de uma das opções abaixo – do candidato e dos membros da família:
    Carteira de Identidade (RG);
  2. Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  3. Carteira Funcional;
  4. Identidade Militar;
  5. Registro Nacional de Estrangeiros (RNE);
  6. Passaporte (emitido no Brasil);
  7. Carteira do Trabalho e Previdência Social (CTPS);

 

2. Comprovante de residência

Original e cópia de uma das opções abaixo. Pode estar em nome do bolsista ou de algum membro da família.

  1. Contas de água, gás, energia elétrica ou telefone (fixo ou móvel).
  2. Contrato de aluguel em vigor, com firma do proprietário do imóvel reconhecida em cartório, acompanhado de um dos comprovantes de conta de água, gás, energia elétrica ou telefone em nome do proprietário do imóvel.
  3. Declaração do proprietário do imóvel confirmando a residência, com firma reconhecida em cartório, acompanhada de um dos comprovantes de conta de água, gás, energia elétrica ou telefone em nome do proprietário do imóvel.
  4. Declaração anual do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF);
  5. Demonstrativo ou comunicado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ou da Receita Federal do Brasil (RFB).
  6. Contracheque emitido por órgão público.
  7. Boleto bancário de mensalidade escolar, de mensalidade de plano de saúde, de condomínio ou de financiamento habitacional.
  8. Fatura de cartão de crédito.
  9. Extrato ou demonstrativo bancário de outras contas, corrente ou poupança.
  10. Extrato ou demonstrativo bancário de empréstimo ou aplicação financeira.
  11. Extrato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
  12. Guia ou carnê do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ou do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

 

3. Comprovantes de Rendimentos

Original e cópia de uma das opções abaixo – do candidato e dos membros da família:

Assalariados

  1. Três últimos contracheques, no caso de renda fixa.
  2. Seis últimos contracheques, quando houver pagamento de comissão ou hora extra.
  3. Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver.
  4. CTPS registrada e atualizada.
  5. CTPS registrada e atualizada ou carnê do INSS com recolhimento em dia, no caso de empregada doméstica.
  6. Extrato da conta vinculada do trabalhador no FGTS referente aos seis últimos meses.
  7. Extratos bancários dos últimos três meses.

 

Atividade Rural

  1. Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver.
  2. Declaração de Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ).
  3. Quaisquer declarações tributárias referentes a pessoas jurídicas vinculadas ao estudante ou a membros de seu grupo familiar, quando for o caso.
  4. Extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos, da pessoa física e das pessoas jurídicas vinculadas.
  5. Notas fiscais de vendas dos últimos seis meses.

 

Aposentados e Pensionistas

  1. Extrato mais recente do pagamento de benefício, obtido por meio de consulta no endereço eletrônico http://www.previdencia.gov.br/servicos-ao-cidadao/todos-os-servicos/extrato-de-pagamento-de-beneficio.
  2. Extratos bancários dos últimos três meses, quando for o caso.
  3. Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver.

Profissionais Liberais

  1. Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver.
  2. Quaisquer declarações tributárias referentes a pessoas jurídicas vinculadas ao estudante ou membros de seu grupo familiar, quando for o caso.
  3. Guias de recolhimento ao INSS com comprovante de pagamento do último mês, compatíveis com a renda declarada.
  4. Extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos.
  5. Rendimentos de aluguel de bens móveis ou imóveis
  6. Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física – IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver.
  7. Extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos.
  8. Contrato de locação ou arrendamento devidamente registrado em cartório acompanhado dos três últimos comprovantes de recebimentos.

 

Comprovantes de ensino médio

  1. Comprovantes dos períodos letivos referentes ao ensino médio cursados em escola pública, quando for o caso.
  2. Comprovante de percepção de bolsa de estudo integral durante os períodos letivos referentes ao ensino médio cursados em instituição privada, emitido pela respectiva instituição, quando for o caso.
  3. O estudante que tenha cursado o ensino médio no exterior deverá apresentar as vias originais dos documentos referidos nos itens acima, e a respectiva tradução para o português, por tradutor juramentado, nos termos do art. 224 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 – Código Civil.
  4. Para a comprovação de conclusão do ensino médio, o estudante poderá apresentar certificado de conclusão com base no resultado do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem, do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) ou dos exames de certificação de competência ou de avaliação de jovens e adultos realizados pelos sistemas estaduais de ensino. Neste caso, o estudante não poderá ter cursado, em algum momento, o ensino médio em escola particular, exceto se na condição de bolsista integral da própria escola.

 

Casos específicos:

Professores da Rede de Ensino Pública
Não necessitam apresentar comprovantes de renda

  1. Comprovante de efetivo exercício do magistério na educação básica pública integrando o quadro de pessoal permanente da instituição.
  2. Portadores de deficiência
  3. Laudo médico atestando a espécie e o grau da deficiência, nos termos do art. 4º do Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID.
  4. Beneficiados com pensão alimentícia
  5. Cópia de decisão judicial, acordo homologado judicialmente ou escritura pública determinando o pagamento de pensão alimentícia, caso esta tenha sido abatida da renda bruta de membro do grupo familiar.
  6. Pai ou mãe isentos no grupo familiar
  • Comprovante de separação ou divórcio dos pais ou certidão de óbito, no caso de um deles não constar do grupo familiar do estudante, por estas razões.

Caso a ausência, no grupo familiar, de um dos pais do estudante ocorra em função de motivo diverso dos constantes acima, este deverá apresentar declaração, sob as penas da lei, de duas pessoas que atestem a situação fática específica, a critério do coordenador do ProUni.

Se precisar de ajuda, clique no botão de Dúvidas para falar com a gente por WhatsApp.

Estamos atendendo pelo WhatsApp

Seguindo as recomendações do Ministério da Saúde, estamos trabalhando de home office temporariamente. Se precisar de atendimento, pode nos enviar um WhatsApp que responderemos o mais breve possível!