Monografias

Introdução

O Trabalho de Conclusão dos Cursos de Graduação da Faculdade Ensin.E constitui da elaboração de um trabalho, versando sobre um tema relacionado à área de formação do graduando, essencial à obtenção do título referente ao referido Curso. Deverá ser elaborado pelo discente, pode ser um trabalho de aprofundamento ou inédito podendo ter características de experimento, de estudo teórico, de estudo de caso, de realização de projeto ou de estudo de problema do próprio Curso, sob orientação de um professor com vínculo permanente com a Ensin.E, submetido à avaliação e aprovação de uma banca examinadora.

Objetivos gerais

O Trabalho de Conclusão de Curso tem como objetivo principal preparar e iniciar os discentes na busca correta do desempenho das atividades profissionais, tais como:

  1. a aplicação dos conceitos e teorias adquiridas durante o curso de forma integrada, por meio da execução de um projeto monográfico;
  2. a apresentação de suas ideias de forma clara, ordenada, concisa e objetiva, tanto oralmente quanto na forma escrita e desenhada, através da redação de textos técnicos e desenhos esquemáticos de seus detalhes em layouts e outros.

O Trabalho de Conclusão de Curso, ainda que um estudo limitado em sua extensão deve ser o mais completo quanto à compreensão e a profundidade de problema tratado.

Ao terminar seu Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação da Ensin.E, o discente deverá reunir condições satisfatórias de formação conceitual, treinamento e conduta em pesquisa, que lhe permita a compreensão do mecanismo geral do desenvolvimento científico. Além disso, deverá permitir ao discente, um treinamento no levantamento de dados, consultas bibliográficas e redação científica de acordo com as normas internacionais de citação bibliográfica. Isto tornar-se-á possível por meio de elaboração e desenvolvimento de um plano de trabalho ou de investigação científica em uma área específica do conhecimento do referido Curso de Graduação.

O TCC deve corresponder a um projeto cientificamente estruturado, coerente e de importância para a formação científica do discente. Este projeto será elaborado pelo aluno em duas etapas correspondentes a disciplinas do Curso de Graduação que estiver matriculado, com o auxílio de seu professor orientador. Não serão aceitos trabalhos de revisão ou aqueles não realizados efetivamente pelo discente.

O TCC somente será aceito para defesa na sua versão final.

O Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação não pode apresentar restrições de propriedade, segredos ou quaisquer impedimentos ao seu amplo uso e divulgação, resguardados os direitos autorais, são considerados de propriedade da Ensin.E e/ou das instituições conveniadas à Faculdade. Sendo assim, a publicação ou qualquer uso das informações colhidas durante o trabalho desenvolvido pelo aluno(a) necessita de aprovação pela Coordenação de curso, todavia, são de responsabilidade única e exclusiva do autor as ideias e conceitos neles emitidos. Ainda, consoante à legislação de proteção dos direitos autorais, será permitida a transcrição parcial de trechos do Projeto para comentários e citações, desde que transcritos os dados bibliográficos pertinentes.

Estrutura e forma de apresentação

A estrutura e forma de apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação deverão seguir as normas mais recentes da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que constam em Manual de Orientação de Elaboração de Trabalho Final. Além disto, é essencial que o material apresentado em todas as etapas do TCC utilize corretamente as regras gramaticais e ortográficas da língua portuguesa, o que será também motivo de avaliação.

O discente poderá escolher o formato da apresentação do texto, tendo as seguintes opções:

  1. Projeto: Neste formato o trabalho deve ser elaborado em forma de um projeto como atividade de síntese e integração de conhecimentos e habilidades adquiridos ao longo do curso, sobre assunto específico, com suficiente valor representativo na área de formação do estudante.
  2. Monografia Clássica: Neste formato o trabalho apresenta um nível maior de detalhamento em todos os capítulos apresentados, o texto deve ser composto pelos elementos pré-textuais, textuais (introdução, justificativa, objetivos, materiais e métodos, resultados, discussão e conclusão) e pós-textuais, como descrito no Manual de Normas Técnicas para elaboração do TCC no formato de Monografia.
  3. Artigo Científico: Este formato apresenta um texto mais conciso e objetivo. A apresentação do artigo deve estar de acordo com as normas de um periódico científico da área, sendo que estas devem ser anexadas no final do trabalho para averiguação, como descrito no Manual de Normas Técnicas para elaboração de TCC no formato de Artigo Científico. O discente poderá escolher o periódico científica para publicação do artigo.

Da matrícula

A matrícula na disciplina de TCC poderá ser realizada pelo discente regularmente matriculado nos Cursos de Graduação da Ensin.E que esteja cursando as disciplinas de metodologia científica do Curso. Aqueles trabalhos em que serão envolvidos seres humanos como objeto de pesquisa deverão ser aprovados também pela Comissão de Ética em Pesquisa (CEP) da Faculdade. A inscrição deverá ser feita na Secretaria Geral da Ensin.E.

Do orientador

Estão automaticamente credenciados para orientar o TCC todos os docentes do respectivo curso da Ensin.E.

Podem se candidatar a serem orientadores do TCC outros pesquisadores não pertencentes ao respectivo Curso como: Professores e/ou Pesquisadores de outros Cursos que tem pesquisa na área do curso que dê origem ao TCC, ou de outras Universidades ou Institutos de Pesquisa, desde que aprovados pelo Colegiado do Curso.

Será permitida ao estudante a escolha do orientador do TCC, com o aceite do mesmo e a aprovação do Colegiado do Curso.

Quando o orientador ficar impossibilitado de conduzir a orientação do TCC até o estudante concluir o curso, deverá comunicar por escrito imediatamente ao Colegiado do Curso, justificando a impossibilidade, ficando a cargo do referido Colegiado a designação de um orientador substituto.

O estudante pode solicitar ao Colegiado do Curso, através de requerimento fundamentado, a substituição do professor orientador, cabendo ao Colegiado do Curso avaliar a procedência do pedido.

É permitido ao discente a possibilidade de co-orientação para desenvolvimento do, podendo ser um professor pertencente ao quadro docente da Ensin.E, professor de outra instituição, pós-graduando com titulação mínima de mestrado ou por profissional com notório saber na área referente ao tema do TCC do discente, desde que devidamente credenciado no curso e aprovado pelo Colegiado do Curso.

Um professor só poderá orientar no máximo 05 (cinco) estudantes, concomitantemente.

As atividades que o orientador e/ou co-orientador devem exercer estão descritas a seguir:

  1. examinar e rever a Proposta de TCC;
  2. prever os gastos para o desenvolvimento do TCC;
  3. orientar o desenvolvimento do TCC, em horário e frequência necessários para o cumprimento do cronograma de atividades estabelecido de comum acordo com o(s) orientando(s);
  4. avaliar o progresso do TCC. No caso de impossibilidade do cumprimento do cronograma, propor alterações no projeto e/ou no cronograma ou cancelamento do projeto, 30 dias antes da data de defesa estabelecida pelo Colegiado de Curso.

No caso de mudanças (cronograma, projeto, etc.), estas devem ser aprovadas pelo Colegiado do Curso;

  1. proceder à revisão TCC na sua fase final, antes da solicitação do pedido de defesa;
  2. indicar um membro titular e o membro suplente da banca examinadora até 30 dias antes da data de defesa estabelecida pelo Colegiado do Curso.

As atividades que os orientandos devem desempenhar são descritas a seguir:

  1. realizar o levantamento bibliográfico a ser atualizado no desenvolvimento das atividades do TCC;
  2. obter os dados de cálculo para o TCC;
  3. desenvolver o TCC;
  4. apresentar seminários preliminares à defesa do projeto que forem considerados necessários pelo orientador, co-orientador ou Colegiado do Curso;
  5. fazer a redação final do TCC;
  6. entregar documentação para defesa;
  7. proceder a entrega da documentação final à Coordenação do Curso das cópias impressas e digitais.