Você sabe identificar e escapar de uma fake news?

Não caia em cilada! Fique atento as mensagens duvidosas que aquele tio te envia no Whatsapp

O Whatsapp e as mídias sociais tornaram-se locais propícios para a disseminação de informações muitas vezes duvidosas. Qualquer tema pode ser o alvo da vez. Vê-se o Corona Vírus que virou tema da maioria das informações falsas que circulam pela internet e naquele famigerado grupo da família. Para quem cria conteúdo, a atenção deve ser redobrada. Perder confiança e credibilidade na internet, pode afetar diretamente sua imagem ou até mesmo seu negócio.

Atualmente a geração de conteúdo informativo e relevante é a fórmula comercial mais rentável para empresas e profissionais autônomos. Afinal, o público consome seu anúncio da forma mais orgânica possível. Faz-se fundamental a checagem dos fatos e argumentos.

Atenção as fake news.

A Ensin.E reuniu dicas para que você consiga dissociar as notícias verdadeiras das falsas:

1. Analise

Antes de compartilhar um texto, é importante lê-lo com calma. Observe se ele possui palavras em letras maiúsculas, exclamações, abreviações, erros de ortografia e excesso de adjetivos. Desconfie se houver muitas opiniões, títulos sensacionalistas e dados sem indicar a fonte.

2. Pesquise

As pistas para descobrir fake news vão além do texto. Sites com nomes parecidos com o de veículos conhecidos, que não identificam seus autores e não possuem informações de contato são suspeitos. Às vezes, os especialistas consultados nem existem. Vale dar um Google.

3. Confirme

Cheque se a notícia saiu em algum outro jornal, revista ou site. Tome cuidado, pois um conteúdo falso nem sempre é 100% mentiroso. Às vezes é só um trecho usado fora de contexto ou uma matéria muita antiga compartilhada como nova. Essa manipulação contribui para a desinformação.

4. Denuncie

No Facebook, é possível classificar o conteúdo suspeito como “falso”: basta clicar nos três pontinhos do canto direito da publicação. As agências de checagem de fatos especializadas em confirmar ou desmentir discursos políticos, vídeos e até correntes de WhatsApp possuem formulários de denúncia.

Fonte: Vaza, Falsiane (vazafalsiane.com)

Fake news podem diminuir força e relevância de marcas

A Cerveja Corona, a terceira mais popular nos Estados Unidos, sentiu diretamente o impacto de notícias caluniosas. A marca, que possui o mesmo nome do vírus e não tem relação nenhuma, viu suas vendas despencarem por causa da pandemia. A marca virou alvo de memes e vídeos compartilhados nas redes sociais. Dados sobre o aumento das buscas na Internet por “vírus da cerveja corona” e “coronavírus da cerveja” mostram que a cerveja mexicana não conseguiu escapar da associação.

Cerveja Corona perdeu vendas por causa de notícias falsas.

A fabricante Anheuser-Busch InBev (AB InBev), chegou a anunciar nessa sexta-feira (28) a queda das vendas da marca na China, onde o vírus surgiu. Desde o início das infecções, a perda de receita teria sido de US$ 285 milhões, ou seja R$ 1,28 bilhão. E não é só na China. As ações da Constellation Brands, que produz a cerveja Corona no México e vende com exclusividade no mercado americano, caíram 8% nesta semana em Nova York.

Corna vírus: nenhuma relação com a cerveja.

Conheça o conceito valor de marca:

O branding surgiu como uma estratégia corporativa nos últimos tempos. Todas as organizações empresariais de todos os setores adotaram a estratégia de construir sua identidade por meio de suas marcas corporativas, além das marcas relacionadas ao produto.

Branding é definitivamente uma estratégia de marketing. No entanto, a estratégia de investir na construção da marca e gerenciar a reputação da marca corporativa vai além do marketing. O branding é considerado uma estratégia que é conduzida e gerenciada pelo CEO ou pela organização, juntamente com a gerência de marketing. Ao longo dos últimos anos, vemos novos conceitos de valor da marca, poder da marca, brand equity e afins sendo cunhados e medidos.

Se os profissionais de marketing achavam difícil justificar e obter sanções para a atividade promocional da marca, hoje eles não precisam mais se preocupar. O valor da marca e as despesas para a construção da marca tornaram-se parte do balanço patrimonial. Capitalizar o valor da marca e as despesas para atingir a promoção da marca são orçados e contabilizados nos balanços e, em muitos casos, o ROI (dinheiro ganho ou perdido através de um investimento) de uma marca também é calculado para refletir o status do valor da marca ao longo do tempo.

A importância de construir uma marca forte

A gestão de marca ganhou destaque nos últimos tempos. O fato de termos marcas globais que estão bem estabelecidas há mais de cinquenta anos prova o fato de que as marcas certamente têm o poder de fazer ou quebrar os mercados. A Goodyear, a Coca-Cola, a Gillette, a Nestlé, a Kelloggs, a Schweppes, a Brooke Bond, etc, já existem há muito tempo e ganharam certo poder de marca para impulsionar o crescimento através da reputação da marca e do relacionamento com os consumidores.

Os profissionais de marketing perceberam o poder crescente das marcas e começaram a nutrir a imagem da marca e a cultivar valor por meio de embaixadores da marca. A maioria das marcas de estilo de vida e de luxo, globalmente e localmente, tem atores e esportistas bem conhecidos, etc., como embaixadores da marca.

Por meio da persona dos embaixadores da marca, os profissionais de marketing obtêm o poder de se conectar com os consumidores e criar fidelidade à marca. Perceber o poder da marca também exige trabalhar a qualidade do produto e a modificação contínua, tanto no produto quanto na promoção de embaixadores da marca.

Construir e desenvolver uma marca forte a nível global exige que toda a organização seja orientada para a marca.

O melhor exemplo de construir e perceber o poder da marca forte e liberar o valor da marca é a Apple. Se você acha que o mundo inteiro é fã da Apple, você está certo. Mas toda a organização também cultua sua marca.

Apple: um das empresas mais valiosas do mundo.

Todas as estratégias, decisões de negócios do dia a dia em todos os níveis são direcionadas para a promoção e fortalecimento da marca Apple. Toda a organização acredita na marca e todos os processos de negócios são orientados para construir a marca e oferecer uma experiência superior ao cliente por meio dela. A Apple como uma marca global é talvez o melhor exemplo de uma marca corporativa de sucesso.

Por mais que a estratégia corporativa tenha sido responsável pela estratégia de branding, o marketing também deve garantir que eles trabalhem com os diferentes aspectos da embalagem da marca, design, etc. e continuem trabalhando nela para que ela seja consistente com a mudança de tempo, mercados, expectativas e gosto do consumidor, etc.

As marcas têm seu próprio valor

A liderança de mercado e a rentabilidade de um determinado produto ou negócio são realizadas através do valor da marca. Aumentar o poder da marca e usar o valor da marca como um impulsionador para aumentar a rentabilidade, bem como o mercado exige uma gestão especializada da marca. Manter a liderança de uma marca exige planejamento estratégico na perspectiva de longo prazo.

Como medir o valor de uma marca

As marcas têm um certo valor no mercado de acordo com os balanços patrimoniais da organização proprietária da marca. Este é um assunto que foi acordado pela indústria. A contabilização do valor da marca e a metodologia para o cálculo do valor da marca é amplamente debatida. Quando as organizações pagam um enorme preço para adquirir uma marca, ela se torna uma decisão estratégica. No entanto, contabilizar o preço pago é uma questão que é discutida e debatida por muitos na indústria.

Sem dúvida, os contadores gostariam de atribuir um valor tangível a cada ativo da empresa e o valor da marca pago para adquirir uma determinada marca, e o negócio também é considerado um ativo. Um dos sistemas seguidos pelas organizações empresariais sediadas no Reino Unido é que eles capitalizam todo o valor pago pela aquisição do negócio e o mesmo é depreciado ao longo de um período de tempo.

5 lições das grandes marcas para pôr em prática

Agora que já entendemos o que é o valor de uma marca e como calcular este valor, vamos as estratégias que toda marca de valor pratica no dia a dia.

1. Estabelecer um propósito central

Marcas se beneficiam de definir seu propósito e identidade de uma forma memorável para todos. As marcas mais valiosas do mundo estabeleceram um objetivo bem definido, por exemplo, como podem melhorar a vida de um cliente.

Então, através de marketing e publicidade, eles comunicam claramente o objetivo de sua marca ao público.

Por exemplo, a Apple alcançou proeminência devido ao seu único foco na criação de tecnologia de ponta, como o iPhone e o iPad.

2. Ser autêntico

Marcas valiosas aumentam seu valor criando confiança com sua base de clientes. Mensagens autênticas que alinham a voz de uma marca aos valores, à moral e à declaração de missão são uma forma comprovada de atrair clientes. A autenticidade, que faz parte da personalidade de uma marca, é particularmente eficaz nas mídias sociais, pois permite que seu público-alvo se relacione com sua marca.

3. Ter uma comunicação ativa

Empresas de sucesso são comunicadoras eficazes. Eles respondem a preocupações e reclamações com rapidez e regularidade. Eles encantam seus clientes participando de conversas on-line e off-line com eles.

Atualmente, as empresas não podem ignorar o poder das mídias sociais. Redes sociais como Facebook e Twitter oferecem a oportunidade de as marcas se comunicarem diretamente com seu público em tempo real.

Interação de mídia social tornou-se muito mais do que apenas acumular curtidas e comentários. Ele oferece às empresas uma oportunidade de impulsionar ainda mais os clientes em potencial por meio da jornada do comprador, criando relacionamentos.

Não é de admirar que o Facebook seja uma das marcas mais valiosas do mundo.

Facebook: oferece a possibilidade de interação direta com o público.

4. Construir uma experiência de marca

Empresas em todos os lugares estão sempre procurando maneiras de se destacar da multidão.

As marcas líderes de hoje se concentram em criar uma experiência do início ao fim que as diferencie de seus concorrentes. Uma experiência de marca completa, que abrange todos os aspectos da interação com o consumidor, é outra maneira pela qual as principais marcas conquistam a lealdade de seus clientes.

5. Falar com audiências específicas

Marketing e publicidade voltados para públicos de massa têm se mostrado ineficazes. Os consumidores mais experientes de hoje esperam falar diretamente de uma forma que resolva uma questão ou problema que possam ter.

Em vez de tentar falar com um grupo muito abrangente, as empresas podem criar personas de compradores que visam públicos específicos com base em informações demográficas. Falar diretamente com um público-alvo é a melhor maneira de começar uma conversa com clientes em potencial. Dá às empresas uma chance melhor de construir relacionamentos duradouros.

Embora sua empresa possa não se tornar tão valiosa quanto o Google amanhã, seguir essas cinco dicas o colocará no caminho de um maior crescimento e prosperidade.

 

 

Compartilhe!

Deixe um comentário