Entenda a importância de cuidar de sua saúde mental

A saúde mental muitas vezes é colocada de lado, em detrimento da física, mas é tão importante quanto estar lúcido para fazer boas escolhas.

Em momentos como o que estamos vivendo, com a pandemia gerada pelo novo Coronavírus, em que o pânico é disseminado, torna-se fundamental ficar atento a saúde mental. É comum que a população, principalmente os que não tem acesso a informação de qualidade sobre o tema, desenvolvam sintomas de ansiedade e estresse.

A Organização Mundial de Saúde (OMS), desenvolveu um relatório contendo orientações para a população manter o bem-estar durante a pandemia. Levando em conta principalmente aspectos psicológicos e sociais.

Seguir essas dicas, ajuda indiretamente, a tomar decisões e atitudes mais coerentes. Provavelmente, quem estiver bem informado sobre o vírus, não vai achar que a doença está engarrafada na Cerveja Corona. Ou que lavar as mãos com vinagre, ao invés de álcool em gel, evita a contaminação.

Mente sã. Corpo são.

As fake news podem causar pânico e medo, por isso se paute em site confiáveis

De acordo com a psicóloga e professora do IESPE, Elza Lobosque, o profissional da psicologia tem um papel de suma importância nesse momento. “Temos um compromisso enorme com o cuidado da saúde mental das pessoas e precisamos assumir este compromisso. Não podemos ser aquele que irá promover medo, temor, pois isto não ajuda. Afirmo a importância de nos pautar nos serviços oficiais de saúde, não postar nada sem garantia. Por mais que pareçam boas, verdadeiras.”, ressalta.

Elza, explica sobre o perigo das fake news

Outro tópico apontado por Elza, diz respeito a internalização das notícias negativas. “Quando um noticia nos afeta e causa medo, mexendo com nossas emoções, tendemos a criar um laço muito maior do que com um artigo cientifico por exemplo. Desta forma, muitas vezes, ficamos tão envolvidos com a informação que podemos entrar num estado de apavoramento. Então, naquele momento não racionalizamos e encaminhamos essa informação para diversas pessoas, produzindo assim uma corrente de medo, ansiedade e insegurança.”

Como exemplo do alcance de uma notícia mentirosa, o Ministério da Saúde da França foi a publico para dizer que cocaína não previne contra o Coronavírus.

“Vivemos um momento em que falta racionalidade e sobra ignorância, o conselho é estar seguro nas informações que passa. Além disso, temos que trabalhar o estado de negação. Sim, temos um problema. Mas saberemos lidar com ele de forma equilibrada.”, explica Elza.

A EnsinE conversou com a terapeuta e filósofa clínica Rosângela Rossi sobre o tema:

Como os pais devem proceder com relação a seus filhos?

Rosângela Rossi: Os pais devem explicar aos filhos, sem fazer alarde. As crianças são mais espertas do que imaginamos. Ensinar hábitos de higiene e como fazer estando em casa. Promover a arte, colorir, desenhar pintar. Estimular as leituras. Fazer meditação com elas. Quando estive na Índia, todas as escolas promoviam meditação 15 minutos no inicio das aulas. Ótima oportunidade para lidar com eles.

 

Como as pessoas devem encarar sem ter preconceito?

Rosângela Rossi: Devemos entender que todos somos vulneráveis ao vírus. Por isso, devemos respeitar os infectados e suas famílias. Hora de exercitamos a sabedoria e o amor. Preconceito é ignorância. Ter compaixão dos preconceituosos, pois eles são complexados que projetam suas sombras nis outros. Precisamos ser como bambu oco, deixar passar o inferno que é do outro. Pensar, por exemplo: Os Chineses são como nós. Lá fora nos vêm como canibais!

Rosângela Rossi

Como não se impressionar com o excesso de informações ou fake News?

Rosângela Rossi: Orientei nos meus grupos que publicassem sobre literatura, cinema, artes em geral e entregassem aos médicos e jornalistas as informações. Não sabemos o que é Fake, então melhor se reconhecer. Quando não há o que falar, melhor calar. Evitar passar para frente. As redes sociais estão exagerando. Isto contamina tal qual o Coronavirus. Só vejo id outros assuntos.

Como ter paciência com o público que tem mais risco?

Rosângela Rossi: São muitos os grupos de risco. Ser paciente é um trabalho a ser aprendido para se usar com todos. Escutar é o primeiro caminho, perguntar como e onde ajudá-los, evitar tagarelar, orientá-lis sem impor ou controlar. Paciência é exercício dos sábios.

Como não ficar estressado ou desesperado? Tem alguma técnica?

Rosângela Rossi: Para não se estressar melhor caminho é a meditação. Sente-se e observe pensamentos e respiração. Vinte minutos. Haverão muitos pensamentos. Haverão muitos pensamentos. Observe! Apenas observe.
Observe os barulhos. Todos os dias. Pela manhã e de tarde. As imaginações divididas ou meditações dirigidas são preparações para esta meditação que acabei de orientar. Disciplina é fundamental. Não meditamos “para”relaxar.
A meditação é o relaxamento.

O que é o estresse?

O estresse é uma reação do corpo a situações prejudiciais – sejam elas reais ou percebidas. Quando você se sente ameaçado, ocorre uma reação química em seu corpo que lhe permite agir de maneira a evitar ferimentos. Essa reação é conhecida como “luta ou fuga”, ou a resposta ao estresse. Durante a resposta ao estresse, a frequência cardíaca aumenta, a respiração acelera, os músculos se contraem e a pressão arterial aumenta. Você se preparou para agir. Essa é a forma como nosso organismos nos protege do perigo.

Estresse significa coisas diferentes para pessoas diferentes. O que causa estresse em uma pessoa pode ser de pouca preocupação para outra. Algumas pessoas são mais capazes de lidar com o estresse do que outras. E nem todo estresse é ruim. Em pequenas doses, o estresse pode ajudá-lo a realizar tarefas e evitar que você se machuque. Por exemplo, o estresse é o que faz você pisar nos freios para evitar bater no carro à sua frente. Isso é uma coisa boa.

Nossos corpos são projetados para lidar com pequenas doses de estresse. Mas, não estamos preparados para lidar com o estresse crônico de longo prazo sem consequências ruins.

Como evitar o estresse e os sentimentos agonizantes do medo

Para evitar que o corpo desenvolva sintomas como acne e queda de cabelo, resultado direto do estresse, basta encarar esse momento de forma mais equilibrada e coerente.

O caminho sugerido por Rosângela, é a meditação. Contudo quem melhor se entende e se conhece deve ser você mesmo. Então, procure praticar exercícios mentais que relaxem e renove. A ideia é manter a cabeça leve para encarar os desafios dessa época tão conturbada.

Compartilhe!

1 comentário em “Entenda a importância de cuidar de sua saúde mental”

Deixe um comentário