Desvendando mitos sobre alimentação vegana

É comum a alimentação vegana despertar dúvidas nas pessoas. Afinal, somos ensinados desde crianças que a base de uma alimentação saudável é a carne. Mas e se eu te disser que isso é um mito?

Nós não precisamos de nenhum produto de origem animal para conseguir os nutrientes essenciais ao nosso organismo, desde que haja a substituição correta da carne e/ou derivados por outros alimentos que tragam o mesmo valor nutricional.

Outro mito relacionado ao veganismo, é de que esse tipo de alimentação emagrece. Primeiramente, veganismo não é dieta, é um estilo de vida que transcende a alimentação. Pode se tornar uma dieta, mas não é apenas isso. Além disso, atletas veganos e de alto rendimento, como o jogador da NBA Kyrie Irving e o lutador de UFC Nate Diaz, comprovam que dá para ser vegano e ganhar (muita) massa muscular.

A alimentação vegana pode ser simples e barata e se ajustar de acordo perfil de cada pessoa. Com a missão de desmistificar alguns mitos sobre o veganismo,  convidamos a nutricionista Natalia Casanova para acabar com suas dúvidas. Acompanhe!

1) Veganos têm mais dificuldade em ganhar massa muscular?

“Veganos não têm mais dificuldade em ganhar massa muscular, desde que a dieta esteja ajustada de forma individualizada, assim como o treino, o sono, e outras variáveis que influenciam na hipertrofia.”

O jogador da NBA Kyrie Irving se tornou vegano em 2017.

2) Veganos não consomem proteína?

“Veganos consomem diversas fontes de proteína. É preciso saber adequar a quantidade individualmente, bem como fazer combinações que forneçam todos os aminoácidos no cardápio, e preparar os alimentos de forma a otimizar a absorção e biodisponibilidade.”

3) O veganismo é elitizado?

“Apesar de estar na moda e vários famosos aderirem ao Veganismo recentemente, não considero ele elitizado, pois uma dieta vegana não precisa ser cara. O que encarece a dieta vegana é quando a pessoa quer utilizar em excesso os alimentos industrializados veganos, mas o nutricionista sempre deve evitar a utilização de industrializados e outra processados nas suas prescrições. Portanto, uma dieta à base de plantas (plant-based) pode ser completa e não precisa ser cara.”

4) Crianças precisam de carne para se desenvolver?

“Crianças não precisam de carne para se desenvolver. Há vários artigos e respaldo científico de sociedades internacionais para orientar dietas completas para qualquer fase da vida, inclusive a infância. É muito importante o acompanhamento nutricional para a adequação da dieta vegana na infância também.”

5) Homens não devem consumir soja?

“Isso é mito. Homens podem consumir soja. Vários artigos já comprovam que o consumo de soja por homens saudáveis não afeta os níveis de testosterona, nem a motilidade ou contagem de esperma.”

Conheça nossa pós!

No Brasil, mais de 14% da população se declara vegetariana. São diversos os motivos que levam os indivíduos a se tornarem vegetarianos, como: ética, saúde, meio ambiente e sociedade. Dessa forma, torna-se imprescindível a capacitação do nutricionista para atendimento adequado dessa população em todas as situações clínicas.

Já pensou em estudar a alimentação vegana e vegetariana? Cursos de pós-graduação como o oferecido pela Ensin.E são alternativas para quem quer aprender mais sobre o assunto. Conheça nossos cursos com a secretaria Nutmed!

 

Compartilhe!

Deixe um comentário

dois × 4 =