Conheça a história da Usina de Marmelos

Ensin.E apoia a história local e investe na conservação do patrimônio cultural da cidade

Criada em 1889, a Usina de Marmelos é a Primeira Usina hidrelétrica da América do Sul, tendo sido construída por iniciativa de Bernardo Mascarenhas, um dos empresário mais influentes da história de Juiz de Fora, que desejava utilizar energia hidrelétrica em sua fábrica (Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas) e na iluminação da cidade. Em 2019, a Usina comemorou 130 anos de sua inauguração, e a Ensin.E contribuiu para com esse importante marco da história do país.

A Ensin.E, a mais nova Faculdade de Juiz de Fora, já nasce com a ideia de trabalhar junto ao poder público para preservar a história e o patrimônio da cidade. “Notamos como é fundamental que as empresas privadas, principalmente as ligadas a educação, apoiem e ajudem iniciativas como essa. A população deve ser orientada sobre nossos bens culturais, pois assim poderão valorizá-los”, explica o Coordenador Pedagógica da Ensin.E, Vitor Hugo Rangel.

O Complexo Hidroelétrico de Marmelos teve início com a construção da primeira Pequena Central Hidrelétrica (PCH), integrante dessa estrutura (Marmelos Zero) em 1889. Posteriormente surgiram as PCH(s) de Marmelos I (um) e II (dois). A Cemig adquiriu o Complexo em 1980. Atualmente Marmelos conta com uma potência instalada de 4.8 MW. O local foi transformado em espaço cultural após o tombamento do prédio da Usina, em 1983, pelo Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Juiz de Fora, o museu abriga um acervo composto por peças que contam a história da energia e da Usina.

Usina de marmelos
Usina de Marmelos é um dos patrimônios tombados de Juiz de Fora.

O Conjunto Arquitetônico e Paisagístico e o Acervo do Espaço Cultural da Usina de Marmelos Zero são tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).​

Detalhe da usina de marmelos
Museu já está reaberto para visitas.

Acervo

O Museu abriga um acervo composto por peças que contam a história da energia e da Usina de Marmelos, como a mesa particular do empresário Bernardo Mascarenhas (idealizador e fundador de Marmelos), o rascunho da planta da usina, um painel de controle de energia e a réplica de um gerador utilizado antigamente, além de várias fotografias que mostram a construção do empreendimento, fotos do fundador e de sua família e painéis com textos informativos.

Esquema de visitação ao Museu Marmelos Zero

Datas Grupos (agendados) Público geral Horários de funcionamento
Sexta-feira Sábado
Janeiro 19/01/19 9h às 12h/14h às 17h
Fevereiro 01/02/19 16/02/19 9h às 12h/14h às 17h
Março 15/03/19 30/03/19 9h às 12h/14h às 17h
Abril 12/04/19 27/04/19 9h às 12h/14h às 17h
Maio 10/05/19 25/05/19 9h às 12h/14h às 17h

Fonte: Cemig

Compartilhe!

Deixe um comentário