A importância de inovar na hora de empreender

Entenda os motivos por trás do sucesso do Mr. Tugas

Hugo Siqueira cursava o quarto período da graduação em Administração de Empresas quando começou a fazer pizza “brincando” com um amigo da faculdade. Foi durante os muitos fins de semana cozinhando e fazendo rodízios para os amigos que Hugo viu na brincadeira uma oportunidade de negócio. Na época, a ideia veio a calhar principalmente porque o pai do empreendedor, que era médico, tinha acabado de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) e estava impossibilitado de continuar exercendo a profissão.

Foi da paixão de Hugo e da necessidade da família de conseguir uma renda extra que nasceu o Mr. Tugas, atualmente dono do título de Melhor Pizzaria de Juiz de Fora no site de viagens TripAdvisor. O negócio começou com a ajuda de toda a família. Hugo e o irmão, Fabinho, eram os pizzaiolos; sua esposa, Natália, a garçonete; a mãe, Vera, a copeira; e o pai, apelidado de Pulica, ficava por conta das entregas como motoboy. O nome do estabelecimento veio do apelido do empreendedor, sempre chamado de Tugo, Tugão e suas variações. Quando começou a fazer pizzas, um amigo passou a chamá-lo de Mr. Tugas, fazendo referência ao Mister Pizza, e Hugo acabou adotando o pseudônimo.

Mr. Tugas é referência em sofisticação.

Entender a concorrência é um ponto chave para conquistar o mercado

Antes de começar seu negócio, o administrador fez uma pesquisa de mercado e concorrência. “De 133 pizzarias que havia na cidade, fomos em 45 para conhecer o serviço, o paladar, estudar o estabelecimento e o público. Quem precisa, não tem escolha. Fui na cara e na coragem, desbravando cada uma”, conta, em uma entrevista concedida ao jornal Tribuna de Minas.

E Hugo não parou só nas pizzas. Sempre à procura do próximo desafio, o empreendedor decidiu se aventurar pelo mundo das cervejas artesanais. Além de estudar sobre o assunto, ele também teve aulas com um cervejeiro de São Paulo. Depois de muito planejamento e pesquisa, inclusive sobre como harmonizar pizzas e cervejas, a Mr. Tugas Bier foi lançada e marcou um ponto de virada para o Mr. Tugas.

Cervejas são diferenciais da casa.

Mr. Tugas lançou Websérie no Facebook sobre a história do restaurante e conta muitas novidades

Outra marca registrada da pizzaria são os azeites aromatizados. Desde o início, Hugo não servia molhos como maionese e ketchup no Mr. Tugas. Para ele, pizza se come com azeite. Esse foi um dos motivos que levou o administrador a começar a pesquisar sobre a produção e fazer um curso de aromatização de azeites no Rio de Janeiro. Hoje, eles são um diferencial do Mr. Tugas, sendo seis tipos diferentes e cada um com sugestões de sabores de pizza para harmonizar.

Mas muito se engana quem pensa que Hugo se deu por satisfeito e vai parar por aí. Na websérie sobre o Mr. Tugas, publicada na página do Facebook da pizzaria, ele conta que está sempre projetando, pensando e planejando como as coisas vão ser daqui a algum tempo. O negócio de Hugo é um ótimo exemplo de como inovação e empreendedorismo podem e devem ser associados na busca pelo sucesso.

Eu respeito muito isso aqui. Isso aqui é de onde a gente tirou nosso sustento, é o que sustenta a nossa família, então a gente tem que respeitar muito a pizzaria. Ela, hoje, transformou nossas vidas”, finaliza o empreendedor.

Cerveja artesanal produzida em Juiz de Fora é referência de qualidade no país

O mercado de cervejas artesanais na cidade não para de crescer. Inclusive, em 2019 foram premiadas pelo Concurso Brasileiro de Cervejas, quatro cervejas produzidas aqui. A cidade é a primeira do estado a ser considerada polo produtor de cerveja artesanal e integra as políticas públicas estaduais de incentivo ao setor através do Arranjo Produtivo Local (APL).

O concurso, que irá para sua oitava edição em 2020, é considerado o maior da América Latina e o terceiro maior do mundo, e na edição do ano passado foram inscritos 3.115 rótulos de cervejas por 505 cervejarias participantes, distribuídos em 156 diferentes estilos. Cerca de 116 jurados de 26 países se encarregaram de degustar, analisar sensorialmente e julgar as cervejas candidatas a melhores do Brasil.

Cervejarias artesanais ganham espaço na cidade.

Como abrir um restaurante

Se você se inspirou com a história do Hugo e, assim como ele, quer abrir seu próprio restaurante, a EnsinE te ajuda! Separamos algumas dicas essenciais para quem está começando no ramo:

  • O primeiro passo é escolher o tipo de negócio, sempre pensando no público-alvo desejado: à la carte, self-service, delivery, fast-food, rodízio, entre outros;
  • O local onde o restaurante será montado também faz toda diferença. O ideal é uma localidade agradável, com bom fluxo de pessoas, visibilidade e acessibilidade. Lembre-se de checar na prefeitura da sua cidade se o zoneamento do município permite o funcionamento do negócio naquela região;
  • A orientação de profissionais de outras áreas, como arquitetos e engenheiros, é recomendada e necessária. Antes de começar qualquer construção ou reforma, deve-se apresentar a planta junto à administração municipal e ficar atento às regras para aquele determinado tipo de estabelecimento;
  • Ter um bom contador e contar com a assessoria de alguém familiarizado com o setor é imprescindível. De acordo com o Sebrae, o valor máximo de investimento deve ser calculado com base no faturamento previsto. O lucro líquido não pode ser menor do que 4% do investimento no negócio;
  • Estudar e acompanhar de perto a concorrência e as tendências do mercado pode ser uma ferramenta importante no quesito inovação;
  • Selecione bem e com muito cuidado seus fornecedores e a equipe de trabalho, assim como a decoração do restaurante e os equipamentos necessários para o seu funcionamento;

Atenção aos detalhes:

É importante ressaltar que as regras para a abertura de um novo estabelecimento variam de acordo com o município. O ideal, nesse caso, é procurar a Vigilância Sanitária e o Corpo de Bombeiros local para ficar a par dos requisitos necessários para a obtenção da autorização de funcionamento.

O sucesso de um restaurante não depende só do que é servido. Fatores como um bom atendimento, conforto, preço justo e um ambiente que proporcione experiências agradáveis fazem toda diferença. Por isso, tenha sempre muita atenção aos detalhes!

Pensa em investir no mercado cervejeiro? Entenda o panorama!

O número de cervejarias registradas no país cresceu quase 100% desde 2016 e criou diversas vagas no setor. Apesar dessa expansão, ainda existe lugar no mercado para quem quer empreender no ramo. O Brasil ocupa a terceira posição mundial em produção de cerveja 12,4 bilhões de litros, apenas atrás da China e Estados Unidos. O consumo oscila em torna de 60l per capita/ano.

O mercado de cervejas é amplo e contém muitas opções, para todos os gostos e bolsos. Assim, é muito importante estar sempre atento às novidade e às tendências desse setor. Consequentemente, fica mais fácil produzir de forma assertiva e de acordo com o público alvo que se quer atingir.

Ter uma ideia inovadora fez toda a diferença para o Hugo. Então, porque não seguir o passos dele e inovar também? O professor da Ensin.E e consultor do Sebrae, Frederico Ferreira, explica porque a inovação é o combustível do empreendedorismo.

INOVAÇÃO: O COMBUSTÍVEL DO EMPREENDEDORISMO

Nunca um método foi tão destacado no mundo empresarial quanto a inovação. Pensar em inovação é rotina na vida de muitos empreendedores que desejam fazer seu negócio crescer.  Não porque é uma moda, mas sim porque ele é necessário. Entretanto, criar algo novo que gere resultados é um desafio cada vez maior. Buscar o diferente já não é novidade. Usando um exagero coloquial, empreender sem inovar é viver sem amar. A inovação é o combustível do empreendedorismo. É a porta de entrada para um sucesso ou alguma garantia para sobrevivência.

Quando se alcança a tão sonhada inovação, os benefícios são para todos. Cria-se aumento de competitividade e instiga a procura de maiores aperfeiçoamentos, proporcionando, assim, um crescimento da sociedade. De um modo geral, este crescimento pode ser visto através de vários campos, como o econômico, o tecnológico e o intelectual. O aumento da expectativa de vida das pessoas é conseqüência deste movimento, por exemplo.

Mas, o que é inovação em um negócio?

Conceitualmente, inovar é ter uma ideia que pouco se parece com padrões já existentes e, por meio de desenvolvimento técnico, gestão, e investimento financeiro, possibilitar que o método ou objeto imaginado chegue ao mercado. Neste contexto, o processo de inovar sem sempre está associado a criar algo do zero. Neste caso, temos a chamada inovação incremental, em que as melhorias no produto, processo ou serviço são constantes..  No momento em que se cria um produto novo ou se muda completamente a lógica do produto – armazenamento de dados em DVD para pen-drive, por exemplo- ocorreu a inovação radical. Portanto, as diferentes formas de inovação podem ser classificadas de diversas maneiras.

Inovação de Produto

 A Inovação de Produto envolve características novas ou substancialmente melhoradas do serviço oferecido aos consumidores. Exemplo: SMART TV . O produto com a mesma função dos antigos aparelhos possui melhor qualidade com uma nova tecnologia.

Inovação de Processo

A Inovação de Processo envolve métodos, equipamentos e/ou habilidades para o desempenho do serviço novo ou substancialmente melhorado. Refere-se a métodos de produção e de distribuição e a outras atividades auxiliares de suporte visando a redução dos custos unitários ou o aumento da qualidade do produto. Exemplo: automóvel produzido por robôs em comparação ao produzido por operários humanos.

Inovação de Posicionamento

A Inovação de Posicionamento são as mudanças no contexto em que produtos ou serviços são introduzidos. Exemplo: o posicionamento da marca de chocolates Kopenhagen em vender presentes e não chocolates. A Inovação organizacional envolve melhorias significativas nos métodos de produção para evitar certos tipos de falhas, como novos sistemas logísticos de produção, ou sistemas de informação novos e mais eficientes baseados em novos softwares e novos equipamentos.

O que isso significa?

Assim, se a inovação compreende o primeiro uso de novos métodos organizacionais nas práticas de negócios, na organização do local de trabalho ou nas relações externas da empresa, ela é uma inovação organizacional. Exemplo: Empresas como Google e Facebook inovaram na forma do funcionário se apresentar para trabalhar. Inovaram ao remunerar e valorizar o funcionário pela sua produtividade, pouco importando o tempo que ele passa no escritório.

Apesar de tão falada a inovação ainda é para poucos. Existe um mito a respeito do tema, onde para inovar é preciso ter dinheiro ou ser grande. Na verdade, a inovação está ao alcance de todos. Se a criatividade é a mãe da inovação, a simples observação do cotidiano é sua parceira fiel.

Conheça mais histórias de sucesso!

Compartilhe!

Deixe um comentário

Estamos atendendo pelo WhatsApp

Seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde, estamos trabalhando de home office temporariamente. Se precisar de atendimento, pode nos enviar um WhatsApp que responderemos o mais breve possível!